Comprar tudo do bom e do melhor aumenta a autoestima?

     Tudo na vida depende de um ponto de vista você não acha?

    Quando uma pessoa faz coisas para satisfação própria de forma equilibrada e consciente, automaticamente aumenta a sensação de bem-estar, e isso corresponde aquilo que chamamos de saúde psicológica.

     Mas quando uma pessoa passa a agir com intuito de mostrar aos outros; o resultado não é o crescimento da autoestima, mas sim do orgulho e da vaidade. De alguma forma tal pessoa introjetou em si mesmo falsas identificações, passando a agir em função de outros.

     A autoestima vai além do orgulho no que se diz respeito ao crescimento psicológico.

     Orgulho é rebaixamento pessoal.

     Quem vive em função do orgulho pode passar a vida inteira tentando provar alguma coisa.

     O orgulho cega e a autoestima direciona.

     Assim, quando desejamos mais do que precisamos ter, apenas para mostrar aos outros, não é a direção da autoestima que nos guia, mas as chaves da prisão de um ego, com necessidade de poder, fama e importância.

 A influência que o dinheiro tem na vida de cada pessoa será proporcional a crença que com ele se poderá fazer, ter, se tornar. Também está relacionado com aquilo que se considera como mais importante para “viver bem”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *